É Tempo de Limpar o Coração!

A quaresma, apesar de ser um preceito católico, também é respeitado dentro da umbanda. Alguns terreiros sequer abrem gira e deixam todas as imagens cobertas. Mas por que essa reverência durante tão longo período?

É tempo de limpar o coração, de morrer nosso lado sombra, de nos refazermos internamente para que a luz venha com mais força na Páscoa.

Para muitos de nós, médiuns, esse é um momento de energias pesadas, de sonolência, capacidade psíquica reduzida, cansaço e irritabilidade. É normal que seja assim. Há muitas energias se desprendendo do planeta, há uma varredura energética daquelas energias mais deletérias que o carnaval sabe exacerbar de forma estupenda! E nós, como boas esponjas, vamos sugando essa energia, mesmo que de forma inconsciente. Recomendo muitos banhos com ervas e descanso!!! E paciência.

Esse é um momento de contrição, de calar-se, de resignar-se, de aceitar as suas responsabilidades, de aparar arestas, de amar ainda mais aqueles que nos tiram do sério, de abraçar e acolher aqueles com quem temos nossas diferenças. Sim, mais uma vez, a resposta para passarmos por essa fase incólumes é sempre o amor. Amor de irmão, amor de cura, amor de pai, amor desapegado, amor de mãe. AMOR maior.

Limpem seus corações, retirem suas mágoas, resolvam pendências afetivas e emocionais. Limpem os porões onde se escondem as suas trevas. Livrem-se da inveja, da intriga, do medo, da maledicência, do ciúme, do apego. E sigam mais leves para resplandecer no domingo de Páscoa em uníssono com seu Cristo interior!

Texto inspirado Pelo Seu Pena Branca em 7 de março de 2014.